Neptuno como planeta astrológico

Um semicírculo entrelaça-se com a linha vertical da cruz em posição de receptividade do que provem do Alto, a sensibilidade como receptáculo da energia vital entrecruza-se com a matéria conferindo-lhe capacidades extra-sensoriais e intuitivas fora do âmbito terreno.

Este é o objectivo de Neptuno, a procura do Absoluto através da receptividade direccionada para a transcendência, captando realidades ocultas, fora do contexto prático e terreno.

Essa procura conduz-nos muitas vezes a desilusões que nos devolvem o sentido do real, a tendência é para a deslocação da consciência individual para uma consciência universal, abdicação dos interesses pessoais em favor de uma causa maior, mais abrangente.

A possível ilusão da transcendência alimenta-se da fuga do real através de atitudes escapistas, ao nível da alma vincula inspiração criativa, o dom da visualização e da contemplação dos níveis superiores da realidade sob a forma de sentimentos.