Plutão como planeta astrológico

O semicírculo alberga o círculo coroando a cruz, por outras palavras podemos dizer que a Essência Lunar envolve a Essência Solar, o sentimento, o inconsciente envolvendo o espírito, suplantando a matéria.

Plutão é a expressão compulsiva dos desejos subconscientes, a necessidade de transmutação do antigo através do impulso para o total renascimento.

Há uma necessidade de refinar o “eu”, de se libertar do velho através da coragem de enfrentar as compulsões mais profundas entranhadas no inconsciente.

A tarefa de Plutão consiste em regenerar por completo o ego, pela via do conhecimento da parte mais recôndita da psique a fim de concluir a verdadeira auto-transformação.

Tal desiderato só emerge quando deparamos com mudanças profundas aos níveis mental, emocional e físico, pela destruição do que é aleatório para que o essencial se manifeste.

A eliminação do ego, dos agregados psíquicos é o culminar de todo este trabalho regenerativo alicerçado pelo desapego e pela não identificação, desta forma alcançaremos a verdadeira liberdade.