Pequena introdução à Astrologia

A Astrologia dita muitas vezes a nossa forma de ser, de agir com os outros e até a nossa personalidade.

Por vezes apenas se limita a dar-nos a conhecer um pouco do nosso ser, isto é, não significa que em tudo sejamos como dita a astrologia, pelo contrário, muitas vezes podemos apenas ter alguns aspectos em comum com o nosso signo. 

A Astrologia dá-nos a conhecer melhor o processo de evolução via abordagem ontológica (metafísica, acima portanto do fisiológico) e psico-transcendente, com o intuito de podermos contribuir para o nosso auto-aprimoramento, com o fim de tornarmo-nos consciência das mudanças e melhorias a serem processadas nos diversos momentos desta nossa vivencia como entidades renovadas, portadoras de um enorme poder espiritual que pode e deve alterar o rumo do nosso próprio destino, se para isso estivermos esclarecidos através de um conhecimento supremo concedido por esse tipo de análise e orientação astral.

Uma vez compreendido esse poder supremo  começamos a entender que somos portadores do nosso bem ou o mal, da energia anteriormente depositada em nós pelo Karma (supremas entidades que velam pela nossa evolução na posição que adoptamos em cada época onde a encarnamos).

A Astrologia defende que o homem é um microcosmo que se reflecte através do macrocosmo representado pelo Universo, isto é, todos os seres do universo estão ligados à infinitude Kármica. Esta é dirigida e rigorosamente organizada pela Unidade Cósmica Superior.

Posto isto, nós enquanto seres humanos cósmicos estamos condicionados espiritualmente através dos vários ciclos reencarnacionistas ao mesmo tempo que possuímos o livre arbítrio sob cada momento corporizado das nossas sucessivas existências.

A Astrologia detém a sabedoria eterna promotora da harmonização da consciência da pessoa com a sua natureza essencial, levando-a a um profundo autoconhecimento e dando-lhe um sentido e um propósito de vida.

Esta guia-se por uma base regulamentar originária e tradicional constituída por cinco pontos essenciais que a caracterizam como a ciência oculta e holística, partindo de um pressuposto que se identifica com a geometria sagrada representada pelo pentagrama (estrela de cinco pontas).

Em cada uma dessas pontas da estrela encontramos os cinco factores da psicologia cósmica que, quando combinados devidamente, produzem aquilo a que chamamos "Astrologia", são eles: os Elementos, os Planetas, os Signos, as Casas e os Aspectos.

AdSense - Responsive Base